Proteja sua saúde contra a dengue

A dengue é uma doença viral transmitida pela fêmea do mosquito Aedes aegypit. Quando o mosquito pica uma pessoa infectada, o vírus da dengue que circula em seu sangue infecta o mosquito, que, por sua vez, infecta outras pessoas.

Somente em 2015, foram reportados 1.649.008 casos de dengue, 20.329 casos com sinal de alarme, 1.569 casos graves e 863 óbitos. Não existe uma forma específica de combater o vírus, por isso o tratamento tem como objetivo o controle dos sintomas e a estabilização do paciente.

A infecção causa um amplo espectro de quadros clínicos, desde formas pouco sintomáticas até quadros graves com ou sem hemorragia. Por conta disso, é difícil diferenciar a dengue de outras doenças febris em seu quadro inicial.

Em geral, o primeiro sintoma é febre alta (maior ou igual a 38º) de início súbito e com duração de dois a sete dias. Pode ser acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e prurido cutâneo. Perda de peso, náuseas e vômitos também são comuns.

 

Normalmente, o primeiro sintoma a aparecer é a febre alta (igual ou maior que 38ºC).

 

Entre o terceiro e o sétimo dia da doença, a febre diminui ou desaparece e a doença pode evoluir para a recuperação ou para formas mais graves. Neste último caso, aparecem sintomas como dor abdominal intensa e contínua, vômito persistente, sangramento de mucosas, como nariz e gengivas, hipotensão, letargia, sonolência ou irritabilidade e tontura. Na presença destes sinais, procure atendimento médico.

A vacina contra a dengue ajuda a proteger o paciente contra os quatro sorotipos da dengue, reduzindo o risco de se contrair a doença. Ela reduz em 93% o risco de dengue grave, reduz em 80% o risco de hospitalização por dengue e evita dois de três casos de dengue.

A vacina é indicada para crianças a partir de 9 anos de idade, adolescentes e adultos até 45 anos. Ela deve ser tomada em três doses com um intervalo de seis meses entre cada uma. Isso significa que, se a primeira dose for tomada hoje, a segunda dose deve ser tomada a seis meses da primeira e a terceira, a um ano da primeira e a seis meses da segunda.

A vacinação não requer cuidado prévio, porém é preciso se atentar a alguns fatores. Deve-se adiar a vacinação em caso de doença febril aguda, moderada a grave, e a vacina é contraindicada para pessoas imunodeprimidas, gestantes e mulheres amamentando.

Vacine-se na clínica médica A Saúde. Estamos na Rua Ernesto Capelari, 204, em Taboão da Serra, e disponibilizamos todas as vacinas. Clique aqui e veja a lista completa.

Para maiores informações, ligue para (11) 4788-2520 ou mande um e-mail para o endereço contato@asaudeclinicamedica.com.br.

 

Author Info

Cássio